19/03/2020 00h14
Deus nos ajude

CAIU A CARAPUÇA?

Rosa Pena

Não acho justo alguém tentar dizer que sou irresponsável em tempo de guerra. Pandemia é a pior delas. O inimigo te acerta sem você ver. Não aceito esporro em pvt e mais, odeio o MSN para recados inconvenientes, com conselhos babacas. Querem que eu me convença do que julgam que seja o melhor, o mais adequado, o recomendável. Eu não me convenço de nada por pareceres envolvidos em opiniões de benefício próprio; eu sei e sinto. Estou em casa de quarentena, tendo um enorme prejuízo financeiro e quase com depressão. Não consigo apostar uma ficha no futuro. É uma névoa. E tenho filha, neta, sobrinhos que precisam de Fé no amanhã. Incertezas aos montes. Certeza apenas que estamos como nação entregues a um débil mental. Precisávamos da certeza que o melhor seria feito. Na mão dessa gangue só resta cada um cumprir sua parte (quarentena, lavar as mãos, higiene absoluta) e rezar." Deus nos ajude."


Publicado por Rosa Pena em 19/03/2020 às 00h14
 
14/03/2020 10h26
Eu vou...

Eu vou me cuidar porque eu te amo.
Essa é a frase que resume o momento que vivemos. É agora que a gente vai saber o que fala mais alto em uma comunidade. O meu problema ou a nossa proteção.
Já ficou mais que provado que para cerca de 80% dos pacientes de coronavírus, a doença nada mais é que uma gripe que nós estamos acostumados.
Mas não é o momento de pensarmos nos 80%. É hora de pensarmos nos 20. Na sua avó que neste momento está com a saúde fragilizada. Na sua amiga que neste momento passa por uma quimioterapia. No seu pai que tem problemas respiratórios.
Porque eu te amo, vou cuidar de nós.
Se hipoteticamente duas mil pessoas se contaminarem em minha cidade, e dessas duas mil, cem precisarem de atendimento hospitalar ao mesmo tempo, vai faltar leito. Vai atingir pessoas frágeis nas filas de atendimento médico. Vai virar um caos.
Pelos outros, eu vou me cuidar. Pelos outros eu vou procurar o sistema de saúde se apresentar sintomas e ter circulado por áreas de risco. Pelos outros eu vou ficar em casa, isolada se eu for um caso suspeito. Pelos outros eu vou me privar de viajar, se meu destino for de livre circulação do vírus. Vou evitar festas com grandes aglomerações. Vou lavar minhas mãos, vou evitar compartilhar o chimarrão, vou evitar abraços e até mesmo os apertos de mão.
Pelos outros eu vou fazer minha parte. E quando cada um faz sua parte, todos ganham.
O coronavírus é um exercício real de empatia.
E empatia é igual leito de UTI. Não é em todo o lugar que a gente encontra.


Publicado por Rosa Pena em 14/03/2020 às 10h26
 
21/02/2020 20h01
@emicida

e o mundo.....


Publicado por Rosa Pena em 21/02/2020 às 20h01
 
20/01/2020 16h27
eu e tu


Publicado por Rosa Pena em 20/01/2020 às 16h27
 
11/11/2019 15h54
caríssimo Bozo

 

Vossa excelência é mesmo o leão, o rei dos animais!

Jo Soares.

Très cher président: “Quo usque tandem abutere patientia nostra?!”

Frase que, em latim, vossa excelência, melhor latiador do que eu, conhece perfeitamente, foi dirigida em quatro cartas do senador e escritor romano Cícero ao Senado e ao povo em relação a Catilina, militar e senador que pretendia derrubar a República. Veja que ousadia! Isso antes do AI-5!

Mas o que me leva a esta monótona missiva é associar-me a vossa excelência no episódio do leão contra as hienas.

Realmente é um excesso de diversos predadores a atacar um leão solitário, tentando proteger-se e aos seus filhotes: são chacais supremos, racuns, capivaras e gambás, sem falar das folhas, cujo destino é inominável, e das eternas hienas globais.

A calúnia não para! Agora, querem lhe responsabilizar pelo fato de sua ilibada residência localizar-se na mesma região onde, por uma coincidência estúpida, habitava também um certo Ronnie, de alva notoriedade (mas em outro lar doce lar, é claro!). Sem nenhuma ligação, um valhacouto de papalvos!

(Para os menos ilustrados: 1- Valhacouto: lugar seguro onde se encontra refúgio; abrigo, esconderijo; o que se usa para encobrir o aspecto de uma coisa, ou as intenções de alguém; disfarce, dissimulação; 2 – Papalvo: diz-se de indivíduo simplório, pateta ou tolo.)

Voltando ao tema principal: cheguei a pensar, quando vi o vídeo (por sinal, parabéns pela montagem), que talvez a figura de Mogli, o Menino Lobo, criado na selva, enfrentando múltiplos perigos, fosse mais adequado a vossa excelência.

Meditei muito, passei a noite sem dormir, mas antes de apagar a luz estava começando um filme da Metro com aquele rugido característico: para mim, aquela mensagem foi decisiva. Pude finalmente dormir em paz: a sua definição é perfeita: vossa excelência é o leão. Vossa excelência é o rei dos animais!

 

Jô Soares

Humorista, escritor e influenciador analógico

A carta foi publicada na Folha de São Paulo.


Publicado por Rosa Pena em 11/11/2019 às 15h54



Página 1 de 55 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]





Site do Escritor criado por Recanto das Letras
art by kate weiss design