Um abraço mana.
Rosa Pena
para Regina




Minha irmã mais velha está com Alzheimer.
Não fomos no decorrer da vida muito unidas. Em alguns momentos fui sua amiga, em outros ela foi minha, mas ela sempre teve predileção por outros familiares ou pessoas. Mas estivemos juntas, com ou sem amor, quase em segredo, a vida inteira. Uma pena.

Como tudo que se refere a ela, sempre foi às escondidas, fui a última a saber que em 2019 teve um AVC e na sequência uma demência que os médicos, aos poucos, caracterizam como Alzheimer.


No meu aniversário em outubro, ligou para mim, certinho no dia, e me deu parabéns.
Sexta passada (março) ligou de novo e me deu novamente parabéns.
Hoje pela manhã acordei com o telefone. 
- Parabéns!
 Meu amigo Carlos Eduardo tem um conto, onde narra que o pai dele, também portador dessa doença, diariamente quando acordava perguntava o dia.
Ele respondia: - Dia dos pais! Se abraçavam.
Acho que aqui falta o abraço. Preciso urgente dar.

 (Que acabe a pandemia)


março 2021
 
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 15/03/2021
Alterado em 15/03/2021





Site do Escritor criado por Recanto das Letras
art by kate weiss design