Ironias contemporâneas
...........................

Rosa Pena

 
Duas pessoas relativamente jovens desrespeitam-se, violentam-se, tornam-se burras. Num último tributo aos anos passados lado a lado, recusam-se a admitir qualquer responsabilidade pela a falência do antigo amor.

Os amigos se indagam qual das duas eles tirarão do poço primeiro.

 Já um casal relativamente idoso procede da mesma forma, mas coloca a esclerose como culpada.

Os amigos se indagam qual dos dois eles enterrarão primeiro.



---------------------------------------------------
Ironias contemporâneas
Marquesk

O amor se perdeu,
Esqueceram a data,
Se foi o Alzheimer,
Me faça a ata.

O amor é Uno,
Reunião de almas.
A verdadeira agressão,
É o beijo, a intenção,
De tão selada união.

 
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 16/08/2016
Alterado em 20/08/2016

Música: The Thrill Is Gone - B. B. King

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.





Site do Escritor criado por Recanto das Letras
art by kate weiss design